O SENTIDO DAS PALAVRAS


Entre o sonho e o acordar,

Vista seu melhor dia,

O homem quer dominar,

Mas a gente cria na noite fria.

A melhor conversa ainda vai começar,

A agulha fere o dedo que a roupa cingia,

Precavendo assim a dor a anunciar,

Então a testa franzia na noite vazia.

Eu senti o seu doce acariciar,

A sua voz era calma, ela me conduzia,

Para o norte, sempre enfrente até a estrada acabar,

Porém a vida afazia na noite que desfazia.

O interesse de repente quis voltar,

A mente sem pressa maldizia,

Tentava o mau agouro exorcizar,

Já que o pensamento afligia a noite que induzia.

25/10/17


Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W