A HISTÓRIA COMEÇA POR ONDE TERMINA A SOLIDÃO


Venha e veja o por do sol no horizonte,

A chuva fina refez a paisagem,

O céu azul faz o arco íris estrear,

Ele desponta acima do nosso olhar.

Sente-se ao meu lado e perceba o belo,

Ele se mostra a toda hora nos mínimos detalhes.

Antes da memória elucidar a história,

O que ficou foi uma mente anestesiada,

Entendendo as lembranças esquecidas,

Deixando pra depois as ideias amanhecidas.

O sorriso estampado indica que ainda há esperança,

Vamos resgatar a inocência da criança,

Que descalça vaga por ai sem rumo,

Esperando uma orientação pra onde ir.

Agora quero suas mãos sobre as minhas,

Entregue sua última vontade em dizer adeus,

E venha pra onde te querem por inteiro,

Porque pela metade só se constrói solidão.


Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W