PENSAMENTOS DESCARTADOS


Ontem a noite foi quando tudo começou,

Ele veio sem avisar, veio e disse o porquê,

Trouxe a sua história a tiracolo,

Como se faz com qualquer enredo original,

Experimentou pela primeira vez o mundo real.

A violência se apresentou por inteiro,

Teve a solidão da cidade e o sonho desfeito,

Tudo misturado em um único sentimento,

Aproximando seu dia de mais uma paixão,

Que implicitamente o levava a decepção.

As ideias sobressaiam sobre a rotina,

Ele tinha planos normais e reais,

Vagava por entre pensamentos descartados,

Que juntos formavam o seu mundo particular,

E faziam seu sorriso em plenitude estar e continuar.

A vez de atravessar a rua finalmente chegou,

Ele tinha quase certeza que seria fácil demais,

Tinha uma confiança que ia além dos seus propósitos,

Levou consigo a prudência e a necessidade de acertar,

Mesmo sem saber a que horas ele iria retornar.

O homem que segurava sua mão envelheceu,

As paisagens que o cercavam se modificaram,

As folhas das árvores caíram e secaram,

O resgate foi pago com promessas vãs,

Que se perdiam em todas as manhãs.

Mas o mundo aguardava ansioso seu retorno,

Triunfal ou não, ele voltava pra casa,

Seus passos eram lentos e silenciosos,

Mas era ele quem estava vindo pra ficar,

O improvável teve de entender e aguardar.

Lembranças em tempo de paz,

Momentos escorados em uma esperança sem fim,

E quando o mundo acreditar em suas palavras,

O que teria que ser mais que bons pensamentos,

Transformou-se ao lado dele em inesquecíveis momentos.

07/12/17


Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W