INCERTEZAS SOBRE O AMOR


A história era seguidamente esquecida,

Toda vez que eu queria te dizer alguma coisa,

Você pedia pra que eu deixasse pra depois,

E então tudo que era importante ficou pra trás,

Enquanto isto a canção soava estranha, ela trazia a paz

Mas na verdade era só uma cortina de fumaça,

Que se dissipava quando a reflexão chegava,

Trazendo a verdade,

Que se dissipava quando a realidade se escancarava,

Restringindo a liberdade.

Entre o que se quer e o que se tem,

Há uma imensidão de desejos e paixões,

Tornando o que acreditamos em indagações,

Invadindo assim as nossas incertezas sobre o amor,

Que a cada dia se esfacela em nossos corações,

Já cansados de ter como maior premissa a dor.


Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W