AO SOM DE ROGER WATERS


Aonde vou você também vai? A cor dos seus olhos são azuis, Contrasta com a sua pele negra, Que reflete a luz neon no teto do hostel. Acenda o cigarro e atravesse a rua, Me explique de novo sobre sua caminhada, De como você chegou até aqui ilesa. Ei, você não está sozinha, Tem dois jovens atrás da porta, Eles estão te esperando pra te questionar, Eles querem saber sobre a felicidade alheia, Não se mostre por inteiro, a confiança ainda é breve, E também é breve o medo e a esperança. Sou de carne, osso e sangue, Queria ser menos denso mais fluídico, Pra poder ser leve como uma pluma, E ir de um lado para outro facilmente, Esgueirar por entre as sombras, E repousar nas folhas de uma árvore, Que ainda jovem produz fruto e flor, E espalha perfume por entre o campo e o rio. O lado de lá da ponte está mais estreito, É melhor escolher outro lugar para passar, Talvez pelo desfiladeiro seja mais seguro, Apesar de mais perigoso. 05/10/18


Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W