NOSSAS PRÓPRIAS CANÇÕES

Aceite o que foi programado pra você, Eu estou aqui agora, me de sua ilusão , Deixe eu acariciar seu ego, Com frases feitas, escritas à mão, Sem ver o que está a minha frente , Como um cego querendo enxergar, Como um paparazzi querendo fotografar, Esquecido por celebridades esquecidas, Já jogadas em valas comuns. Olhe pra mim enquanto eu te esqueço. Tenho medos e tem situações que me fazem chorar, Tento sentir menos a dor de sua ferida, Preciso tentar, é preciso deixar pra lá, A dor cessa, o pulmão respira, A cicatriz fecha, o coração aguenta, Preciso acabar com o que não tem fim . Já que no começo você me disse sim . Acredite nas canções que ouvimos, Elas falam com a nossa alma, Pedem calma e falam para gente amar sem medida, Como a refeição que por nós foi aquecida, E como um passe de mágica foi esquecida, Atropelada por mais um dia cansativo, Daqueles que voltamos pra casa com os sonhos espatifados, Por uma realidade nua e crua, Por uma dependência minha, Por uma escolha toda sua, Que inverteu a minha vontade de dizer adeus, Subverteu a história, antes escrita por nós dois, E que agora fica ai submersa em soluços, E desejos de ir embora. 10/05/20

Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W