SERENO DA MADRUGADA


Eu quero muito mais que apertos de mãos,

Preciso de lucidez pra enfrentar o que está por vir,

É o próprio corpo ,é a própria alma,

Que transformados em armas letais,

Matam inocentes e matam por um Deus,

Que se esperneia no céu que vocês criaram,

Aterrorizado pelas atrocidades que fazem em seu nome.

Eu só quero um pouco de paz, nada mais.

Quero tomar meu café e ouvir minha canção preferida,

Eu quero esquecer o dia a dia, eu quero ter arte em minha vida.

E ao invés disto vejo ruas desertas, crianças amedrontadas,

Perseguidas talvez pra sempre pela sombra de um terror,

De uma guerra que não é e nunca foi delas.

E vocês com a covardia no coração,se explodem,

Sem darem a chance do inimigo lutar ou se defender,

E vocês com com um fuzil na mão,criam a desordem,

Sem dar chance nenhuma para o ser humano viver


26/11/15



viver.

Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W