VELHOS DISCOS, BOAS LEMBRANÇAS


Enquanto ouço meus velhos discos,

Alguns pensamentos me invadem,

Trazem lembranças boas,

De quando eu era jovem,

E os sonhos me inundavam.

Eu tinha muito o que ouvir,

Mais ainda o que falar,

De um jeito eu queria sentir,

Para mais tarde não chorar.

São mais que canções que ouvimos,

São histórias que me brindam,

Que deixam as minhas ideias em paz,

Trazendo o passado pra hoje,

E transformando tudo em sorrisos.

Eu tinha muito o que ouvir,

Mais ainda o que falar,

De um jeito eu queria sentir,

Para mais tarde não chorar.

Resenhei com meu filho a noite toda,

Eu falava dos meus discos preferidos,

Ele me perguntava sobre as músicas,

Já era madrugada, dormi com a sensação,

De paz no coração.

Destaque
Tags
Nenhum tag.
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W